Carta Aberta ao CAT Nivaldo Manêa Bianchi

Pelas suas recentes nomeações como Conselheiro na Fundação de Previdência Complementar do Estado de SP e na Fundação para Conservação e a Produção Florestal do Estado de SP

Para visualizar as nomeações no Diário Oficial, clique aqui.

Prezado Coordenador da Administração Tributária, Nivaldo Manêa Bianchi.

O Sinafresp vem publicamente parabenizá-lo pelas suas recentes nomeações como Conselheiro na Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo e na Fundação para Conservação e a Produção Florestal do Estado de São Paulo.

O acúmulo de importantes funções na estrutura pública estadual demonstra que, apesar do pouquíssimo tempo como titular da pasta, o senhor foi bem sucedido no hercúleo trabalho de coordenar a maior administração tributária estadual do país, recebendo ainda mais atribuições, com a merecida compensação na forma de jetons, livres do teto remuneratório. Parabéns!

Estamos muito felizes pela sua conquista, Nivaldo! Apesar do grande descaso do governo paulista com sua remuneração de AFR (com perdas estimadas em R$ 15.142,28¹) você, ainda assim, se manteve motivado e conseguiu realizar um trabalho de tamanha qualidade que o governador o recompensou com dois conselhos. De fato a queda na arrecadação muito superior à queda no PIB deve ter impressionado o grande chefe do Executivo paulista e o colocado em posição de destaque na alta administração pública bandeirante.

Participar de dois conselhos fiscais da administração indireta paulista devem lhe dar certo fôlego, afinal, para quem acumula perdas da ordem de R$15.142,28 ser recompensado em R$ 3.198,36 pelo conselho da Fundação de Previdência Complementar e com recompensação variável de R$1.157,80 em agosto de 2016 pelo conselho da Fundação para Conservação e Produção Florestal², com certeza reparam um pouco (mais precisamente em 28,77%) o grande dano financeiro que o governo paulista vem trazendo também ao senhor.

A propósito, e dessa vez preocupados com as finanças de todos os outros integrantes da carreira dos AFRs, qual seria a sua opinião, nobre coordenador, sobre o projeto de lei que contém todas as promessas que você pessoalmente fez há mais de dois meses a todos os colegas da ativa ter, sequer, chegado à assembleia legislativa?

Para finalizar, tomamos a liberdade de fazer um pedido. Uma vez que sua situação financeira está em recuperação, solicitamos que empenhe parte do esforço que dedica à sua carreira para que os outros 9 mil colegas de classe também obtenham alguma recuperação remuneratória do governo, afinal somos todos AFRs e vivemos de salário, não é mesmo? Pela suas recentes conquistas, nota-se que o senhor tem um diálogo muito melhor com o governo do que as entidades oficiais da classe.

Obrigado (a)!

¹ Valor calculado considerando inflação de 30% e ICAT de 100%. R$15.142,28 = R$21.631,05*30% + 4.800*1,8027

² Fontes pesquisas no dia 7/out/16: https://www.spprevcom.com.br/QuemSomos/Estatuto, http://fflorestal.sp.gov.br/files/2012/01/Estatuto.pdf e http://www.transparencia.sp.gov.br/busca-agentes.html