Chá das Mulheres debate participação das AFRs na política

Bate-papo foi realizado nesta quarta-feira na sede da Afresp

Na quarta-feira (12), o Sinafresp e a Afresp realizaram o Chá das Mulheres, na sede da associação na capital paulista.

As colegas debateram a importância da participação ativa das mulheres na política, aumentando o número de representantes femininas nos cargos eletivos.  

Conforme dados estatísticos divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 52% do eleitorado brasileiro é formado por mulheres. Contudo o número de candidatas nas últimas eleições é desproporcional ao número de mulheres politicamente ativas (aptas a votar e a serem votadas).

Vale lembrar que o direito ao voto das mulheres só foi assegurado no Brasil em 1932, mas ainda com restrições. De lá para cá, a presença das mulheres em cargos eletivos evoluiu de maneira bastante tímida. Para se ter uma ideia, em âmbito federal, apenas 8,8% de mulheres foram eleitas deputadas em 2010 e 9,9% em 2014.

Conforme diversos cientistas políticos têm apontado, a cota de 30% de candidaturas de mulheres prevista na legislação ainda não alcançou resultados expressivos para mudar esse quadro. Para esses especialistas é necessário pensar além da reserva disposta na legislação em formas de fomentar a inclusão das mulheres e conscientizá-las da importância de se envolverem nos processos políticos, como eleitoras e candidatas.

Vários setores da sociedade, como as entidades de classe, têm estimulado que as mulheres se interessem pela política, se informem sobre os partidos e se filiem. Somente dessa forma será possível promover a igualdade de gênero.