Conheça as propostas do candidato da chapa dois a Conselheiro Deliberativo

Todos que ingressaram na PREVCOM antes de novembro de 2015 podem votar pela internet

20012016-Reuniao Afresp Spprevcom (6) - site
Edisom de Souza / Conselho Deliberativo

Nesses dois anos no Conselho Deliberativo da PREVCOM, conseguimos estabelecer parâmetros muito importantes, como uma gestão conservadora dos nossos recursos, e racionalização das despesas da entidade.

A gestão conservadora dos recursos fez com que tivéssemos uma rentabilidade maior que os 5% acima da inflação em 2014 e 2015, que é a nossa meta, quando quase todos os outros fundos tiveram desempenho negativo ou abaixo da correção geral dos preços.

Fez também que estivéssemos em processo avançado de escolha de um novo gestor das nossas reservas, com o objetivo de termos dois gestores, o que proporcionou a retirada rápida dos nossos fundos do Banco BTG quando da prisão de seu acionista controlador.

Também estamos em processo de contratação de um banco custodiante, para que os documentos e títulos fiquem sob a guarda de um terceiro agente financeiro. Ou seja, teremos dois gestores dos fundos e um terceiro custodiante, que controla os documentos.

A mudança da sede da entidade para um prédio menor, juntamente com a busca de maior eficiência nas despesas complementam o modelo adotado na PREVCOM para cuidar de nossos recursos seguindo o binômio SEGURANÇA e RENTABILIDADE, nessa ordem.

É importante ressaltar que nossa entidade ainda é muito nova, e tem muito a ser estruturada:

– Implantação da paridade entre representantes indicados pelos patrocinadores e eleitos pelos participantes no nos comitês gestores dos planos.

– Implantação do Conselho Consultivo também com essa paridade entre indicados e eleitos.

– Estruturação da diretoria de investimentos, com a contratação de um Diretor de Investimentos e formação de sua equipe – hoje a diretoria de investimentos é acumulada pelo Diretor Presidente.

– A partir dessa estruturação, criação de opções de investimentos para o participante, que possam escolher entre planos de perfis conservador, moderado, por exemplo.

– Estruturação da governança corporativa, para que tenhamos maior segurança dos investimentos na possibilidade futura de termos um governo do Estado que não prime pelas melhores regras de governabilidade.

Saiba mais sobre as eleições da PREVCOM

Para esse novo mandato, agora de quatro anos, entendo que devemos continuar seguindo o mesmo conceito, sempre privilegiando uma gestão conservadora, onde o binômio segurança e rentabilidade seja nossa linha mestra.

Sou administrador de empresas com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. Mais de 15 anos de atuação como gestor em grandes empresas nacionais e multinacionais. Agente Fiscal de Rendas da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo desde setembro de 2013.

Estudo aprofundado de Direito Previdenciário há mais de doze anos. Acompanhamento do mercado financeiro a partir do ano 2000.

Membro do Conselho Deliberativo da SP PREVCOM há quase dois anos.

Chapa 2 / Conselhos Deliberativo
Edisom de Souza (Titular) e Patricia Gomes