Não ao assédio moral!

Diretoria e Conselho acabam de aprovar a contratação de escritório de advocacia especializado

Decisão é para garantir maior proteção aos colegas durante as mobilizações e coibir eventual assédio moral na Sefaz.

É fato que as ações de mobilização da Operação Padrão estão cada vez mais intensas, e também começam a incomodar severamente. E como resposta imediata a escalada da temperatura, uma maior necessidade de proteção.

Nesse sentido acaba de ser definido na Reunião do Conselho que um escritório de advogados administrativistas será contratado para agilizar as respostas e garantir todo o respaldo aos colegas durante as mobilizações.

O prazo para a Diretoria apresentar a seleção de escritórios e orçamentos é de duas semanas.