Pobre Paga Mais é aplaudida por lideranças de entidades do serviço público do mundo todo

Campanha foi apresentada pela diretoria em seminário sobre tributação na Suíça

Nesta semana, o presidente do Sinafresp, Alfredo Maranca, e o diretor de comunicação, Leandro Ferro, levaram a campanha do sindicato “Pobre Paga Mais” a lideranças de entidades do serviço público e especialistas em tributação de todo o mundo, durante seminário em Genebra, na Suíça.

O evento foi promovido pela Public Services International (PSI), fórum que reúne entidades do serviço público de diversos países e atua pela promoção de justiça social e acesso universal da população a serviços públicos de qualidade.

A “Pobre Paga Mais” já havia obtido reconhecimento internacional pela PSI em 2017.

Na segunda-feira (8), os representantes do Sinafresp tiveram a oportunidade de compartilhar essa experiência de sucesso com líderes de organizações de mais de 20 países, que ao final da apresentação demonstraram muito interesse em saber detalhes e elogiaram o trabalho desenvolvido pela diretoria com a colaboração de conselheiros e diversos colegas da classe.

Com linguagem acessível para todos, direta e amigável, a campanha levou à população dados sobre distorções na política tributária de São Paulo. Além disso, mostrou como essas distorções acentuam as desigualdades sociais existentes, favorecendo aqueles que têm maior poder aquisitivo e penalizando os mais pobres.

O seminário contou com palestrantes e expositores de diversas nações, sendo o Brasil uma das poucas a trazer iniciativa de uma categoria de servidores públicos.

A PSI também demonstrou entusiasmo com outra campanha desenvolvida pelo sindicato em 2016 que tinha como foco os benefícios fiscais concedidos a frigoríficos.

Serão estudadas parcerias para a criação conjunta de campanhas na América Latina para conscientizar a sociedade sobre como a corrupção lesa não só os trabalhadores públicos e privados, mas a população como um todo.

Confira a seguir vídeo gravado durante o seminário.