Pobre Paga Mais

O peso dos impostos e a desigualdade que compromete

Com o objetivo de gerar um alerta à população sobre o desequilíbrio dos impostos no estado de São Paulo, sobretudo do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), bem como denunciar as injustiças tributárias do governo Alckmin, o Fisco Paulista lançou, em agosto de 2016, a campanha Pobre Paga Mais.

De proporções inéditas no âmbito da administração pública, a campanha informou a população que, no estado de São Paulo, os tributos pesam muito mais no bolso de quem não pode pagar, enquanto alguns impostos nem mesmo chegam a ser cobrados da parcela com mais alta renda.

Rapidamente a campanha Pobre Paga Mais chamou a atenção, afinal seu mix de marketing e o fato te ter tido abrangência estadual simultânea contribuiu para que a opinião pública logo mostrasse interesse e apoio à iniciativa.

Foram distribuídos 80 outdoors em 11 cidades do estado (Osasco, Santo André, São Bernardo do Campo, Taubaté, Pindamonhangaba, Araraquara, Araçatuba, Marília, Presidente Prudente e Bauru). Em razão da Lei Cidade Limpa, que proíbe esse tipo de mídia na capital paulista, foi produzido um minifilme da campanha com duração de 15 segundos para ser veiculado em dois megapainéis de LED nos shoppings Leste Aricanduva e Interlagos, ambos com grande fluxo de pessoas e considerados grandes centros de compras e lazer em São Paulo. Para intensificar ainda mais a ação no interior, foi contratado busdoor na cidade de Sorocaba, atingindo também as cidades da região, como Salto e Itu.
A campanha contou com mais de 100 spots de 15 segundos na Rádio CBN em São Paulo durante o programa “CBN Brasil”. Já nas cidades que não aderiram aos outdoors, como Campinas, Ribeirão Preto, Santos e São José do Rio Preto, além do “CBN Brasil”, foram feitas inserções no “Quatro em Campo”, totalizando um mês de divulgação. Com essa estratégia, cerca de 120 mil ouvintes por minuto foram impactados!

Inúmeros veículos de comunicação importantes repercutiram a ação em São Paulo, com entrevistas dos Auditores Fiscais para esclarecer o assunto, como jornal DCI, Rádio CBN, Rádio Bandeirantes, entre muitos outros. Também deram destaque à iniciativa outros diversos veículos de comunicação do Brasil, ultrapassando os limites do estado e levando a um grande número de pessoas a verdade sobre as injustiças tributárias que ocorrem por aqui.

Confira aqui o hotsite ativo da campanha.